Ele pediu um tempo. E agora?

Tempo de leitura: 2 minutos

Ele pediu um tempo. E agora?

Quando ele te liga e diz: “Precisamos conversar”, um turbilhão de coisas passa pela sua cabeça, principalmente quando levamos em consideração que os homens não curtem muito uma DR (discutir a relação), como nós mulheres.

Ele pediu um tempo. E agora?

“Será que ele quer terminar? Conheceu outra pessoa? Não me ama mais?”. Então, você passa a sofrer por antecipação até ouvir a tão temida proposta: “Vamos dar um tempo?”.

Essa frase pode ser completamente devastadora e causar muitas dúvidas, no entanto, antes de se desesperar, é importante avaliar a situação e aprender a lidar com esse rompimento temporário.

O problema é que ele pode não explicar o motivo desse rompimento, com medo de te magoar. Mas, infelizmente, na maioria das vezes, quando ele pede um tempo é porque está sem coragem de terminar definitivamente.

O melhor a fazer é esperar

Como disse antes, o pedido de tempo pode ser uma forma mais leve de terminar um relacionamento.

No entanto, a situação pode ser outra. Muitas vezes a relação está fora de controle, vocês estão brigando demais e o tempo pode servir para que ambos reflitam, analisem seus sentimentos e assumam sua parcela de participação no mau momento do casal.

Ele pediu um tempo. E agora?

Esse tempo pode te ajudar a enxergar os seus erros e a fazer as mudanças necessárias. Se ele pediu um tempo, é porque ele acredita que existe esperança de mudança dentro desse período. Então, respeite isso. Não ligue, não envie mensagens, não marque encontros. É necessário que ele sinta sua falta e queira comprovar se de fato a mudança que ele esperava, aconteceu.

Neste período, aproveite para sair com suas amigas, a fazer compras ou faça aquele curso que você vem adiando há tanto tempo. Olhe para si mesma. Cuide-se.

Estipule um intervalo limite

Mas, é importante definir uma data limite. Não dá para ficar esperando indefinidamente até que o outro tome uma decisão. E, qual seria o tempo ideal? 15 dias? Um Mês?

Na verdade, não existe um ”tempo ideal”, mesmo porque cabe à pessoa que pediu o tempo estipular esse intervalo limite e cabe a você, aceitar ou não.

De qualquer forma, uma hora vocês terão que tomar a grande decisão. O importante é ter serenidade na hora da conversa e você precisa estar preparada para tudo. Quem sabe, nesse meio tempo, você não tome as rédeas da situação e decida que quem não quer mais é você?

bannerBlog - Ele pediu um tempo. E agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *